Que tal um turbo para uma Diavel? - com vídeo

Já na sua configuração de origem a Ducati Diavel é uma cruiser bastante rápida mas, o pessoal da Commonwealth Motorcycles, empresa especializada em modelos da marca italiana (entre outras marcas europeias) sediada no estado americano do Kentucky, achou por bem que à Diavel ainda lhe faltava qualquer coisa… talvez um turbo?

Então decidiram que o projeto da empresa para este Inverno seria a construção de uma Diavel Turbo, e que seriam os primeiros no mundo a conseguirem-no fazer com sucesso e de forma fiável.

Como base para este projeto a Commonwealth Motorcycles partiu de uma Ducati Diavel Carbon “zero quilómetros”, retirou praticamente tudo o que podia de cima do quadro à exceção do motor bicilíndrico.

O projeto de construção ainda se encontra em desenvolvimento, mas a Commonwealth Motorcycles já deixou escapar alguns dados da Diavel Turbo após ter sido “ligeiramente” trabalhada:

- 236 cv às 10.000 rpm (utilizando combustível da bomba de gasolina);
- 18 kgf-m (de origem o motor Testrastretta 11º apresenta 13 kgf-m);
- Turbo GT 2860R da Garret;
- Sistema de escape 2-1 totalmente fabricado à mão e específico para a Diavel Turbo;
- Caixa-de-ar modificada e fabricada em alumínio;
- Sistema de injeção com injetores maiores, bomba de combustível maior;
- Sistema de regulação externa da pressão do combustível (o de origem não suportava as exigências…);
- Power Commander V especialmente modificado pela Dyno Jet para este projeto;
- ECU de fábrica modificado;
- Interior do motor inalterado, à exceção de pequenas modificações na embraiagem.

Dentro em breve prometem-nos que irão disponibilizar imagens da Ducati Diavel Turbo finalizada e, após passarem mais de 200 horas a trabalhar no projeto, já publicaram um vídeo da moto a trabalhar e que pode ver em baixo.

Diavel com turbo